SPFW – Alexandre Herchcovitch

Oi meus divoooos,

Estamos na semana do SPFW (todos gritam) e resolvi falar um pouquinho de cada desfile separado em partes! (Sim, estou atrasada).

No dia 18/10, Alexandre Herchcovitch fez a abertura do tão esperado São Paulo Fashion Week, apresentando a coleção de inverno 2016. Sendo um estilista de moda conceitual, Herchcovitch não entrega o tema de cara; através da música pesada e da utilização de peças que ora escondem e ora revelam o corpo feminino, a coleção apresenta seu foco voltado ao sexo, sendo considerada uma das mais fetichistas de sua história.

Por meio das cores preto e branco, Herchcovitch buscou representar amor e perda, perversão, sexo e poder.

Grande parte das peças apresentadas foram feitas à mão, e o desfile foi apresentado quase que como uma narrativa. São apresentadas camisolas longas, que remetem ao tabu e a proibição do sexo nos séculos passados, ao longo do desfile, as peças demonstram o sexo explícito, e quase um sadomasoquismo.

Em entrevista a Folha o estilista revelou que há uma mistura de tudo o que ele já fez no mundo da moda, das inspirações do início de sua carreira, obsessões pelo corpo, modelagem e costura.

Quanto aos tecidos, o cashmere, lã alpaca, tricoline, cetim e tule com elastano estão presentes na coleção.

O xadrez, sua marca registrada, está presente também em uma calça tipo culote, combinada com um top curto.

Robert Stevão e Celso Kamura foram responsáveis pelo cabelo e maquiagem das modelos. Os cabelos sempre de forma bagunçada e amassada, e a maquiagem com olho delineado, dando um aspecto felino e reforçando o apelo sexual.

1

2

3

4

5

Fontes: FFW

Folha

Sumida: sim ou claro?

OOOI seus lindos.

Vim aqui pra dar um parecer aí. Eu sumi MUITO do blog, minha vida está ridiculamente corrida (isso é bom) então não estou com tempo de atualizar o blog e tal. E é claro que depois que você se afasta, acaba desanimando né. Acho que algumas pessoas me entendem.

Estou trabalhando, então não tenho mais o tempo da tarde livre, mas a maior reviravolta que aconteceu esse ano, mas especificamente em agosto, foi que eu mudei de faculdade. (faculdade, não curso).

Continuo no curso de moda, mas fui pra outra universidade, porque não estava muito satisfeita sabe? Sentia falta de algumas matérias que sempre achei essenciais e que eram um dos motivos por eu ter escolhido moda, então né, mudei.

O blog realmente cresceu muito no ano passado, e o mais impressionante é que mesmo tendo ficado parado esse tempo todo, ele continuou crescendo, graças a vocês, e eu sou muito grata a isso.

Por isso estou voltando. Ainda não sei como vai ser. Não vou conseguir postar tanto quanto antes, mas acho que dois ou três posts por semana dá, sempre à noite, que é o período que tenho disponível. Os vídeos acho que não vão aparecer por enquanto; quero apresentar vídeos de qualidade pra vocês, e como só terei o tempo da noite, isso não vai ser possível (nesse caso prefiro não fazer a entregar algo sem qualidade).

Até eu organizar a minha agenda vai demorar um pouquinho, mas se Deus quiser dará tudo certo.

Obrigada gente,

Desculpa por esse sumiço!

Beijos assinatura

Pare e Pense: Pro Infirmis – Because Who is Perfect?

857049_781985875152074_1064414364_o

Oi gente,

Pra quem é novo por aqui vou explicar: faço faculdade de Design de Moda, estou no segundo ano, e neste semestre temos uma matéria optativa. A minha escolha foi a matéria “Design Estratégico” que é mais voltada pra marketing (Design Thinking, Modelo Canvas, etc.), mas isso não vem ao caso.

Vou direto ao ponto:

Depois de aprender sobre Design Thinking (Pensamento do Design) e as suas 7 etapas (definir > pesquisar > gerar ideias > testar protótipos > selecionar > implementar > aprender) nos foi proposto que fizéssemos uma apresentação que envolvesse a nossa área (no caso do meu grupo, design de moda), uma causa social e o Design Thinking.

Pois bem, resolvemos fazer uma apresentação sobre o projeto chamado Because Who Is Perfect? Get Closer (Porque quem é perfeito? Chegue mais perto)  criado pela ONG Pro Infirmis, da Suíça, para pessoas com deficiências físicas. Essa ONG criou uma série de manequins a partir do corpo de 5 pessoas com deficiência física com o objetivo de chocar  ( INDUZIR A POPULAÇÃO A PARAR DE OLHAR PRO PRÓPRIO UMBIGO E PENSAR COMO OS NOSSOS PROBLEMAS SÃO TÃO PEQUENOS EM COMPARAÇÃO COM OS DE TANTAS OUTRAS) e claro, criticar esse “corpo perfeito padrão” que o mundo da moda e a sociedade impõe e que tão poucos possuem.

Esses manequins foram expostos em lojas de moda da “Avenida Fashion” junto com os manequins “perfeitos”  em Zurique, simplesmente na época do ano em que todos estão feito loucos olhando a vitrine: o mês de Dezembro.

No vídeo abaixo vocês conseguem ver todo o processo envolvido nessa causa e a reação, tanto das pessoas que fizeram parte, quando daquelas que estavam “preocupadas somente com que roupa usar na ceia e o que comprar pros amiguinhos”. (a legenda está em inglês, mas não é o tipo de vídeo que você precisa saber o que estão falando para entender a mensagem) Read More

Resenha: Pocket Eye Palette – Sephora

Foto 19-03-15 17 43 39

Oi meninas!

Hoje vim com mais uma resenha, de um dos produtos que eu amo de paixão: a Pocket Eye Palette da Sephora.

Comprei essa paleta de sombras numa viagem, e me apaixonei muito. São 8 tons neutros, mas que dá pra fazer uma maquiagem fantástica pra noite também.

POR FAVOR, UM MOMENTO DE SILÊNCIO PRA DESCREVER O QUÃO FANTÁSTICO É ESSE ESTOJO CHEIO DE GLITTER.❤ PARECE UMA CARTEIRA MESMO

Foto 19-03-15 17 44 33

SWATCHES
Read More

Resenha: Batom Mate Payot – Sensual

Foto 17-03-15 09 45 30

Oi meninas!

Pois bem,

Mais uma resenha aqui no blog.

Hoje vim falar do batom mate da Payot na cor Sensual que, falando sério, me surpreendeu muito (positivamente).

Comprei ele por acaso procurando uma cor de batom que desse certo com o vestido que usei no casamento da minha prima (post mais pra frente com tutorial, look, cabelo, tudo. haha).

Primeira coisa que eu amei nele: ele é BEM mate. Mate seco, seco mesmo, do tipo que, sem uma boca hidratada ele nem desliza, igual o Ruby Woo da MAC. OU SEJA, se você não gosta de batom seco, esse aí não é pra você.

2. Por ser bem seco, ele dura horrores. 5 horas na minha boca sem problemas. O batom pode até sair, mas a pigmentação fica.

3. O preço. Vamos combinar que menos de 30 reais pra um batom dessa qualidade está bom demais né.

OK

Vamos aos swatches: Read More

Dobra, desdobra e enrola.

De repente cinco!

Oiii gente bonita, tudo bem? Bom hoje estamos aqui pra ensinar uma maneira muito legal de se usar um lenço, que fica super charmoso e pode ser usado em qualquer cabelo, do mais curtinho ao mais longo. Vamos lá?

Passo 1:

lenço 1

Primeiro de tudo vocês vão precisar de um lenço quadrado como esse da foto e estende-lo em uma superfície lisa.

Passo 2:

lenço 2

Junte as duas partes opostas ao centro do quadrado.

Passo 3:

lenço 3    lenço 4

Dobre as duas partes para o centro e depois dobre a da esquerda por cima da direita.

Passo 4:

colocando o lenço 1

Pegue as duas pontas do lenço e coloque-o atrás da cabeça de forma com que as pontas fiquem pra frente.

Passo 5:

colocando o lenço 2    colocando o lenço 3

Passe uma ponta por cima da outra e depois torça-as.

Passo 6:

colocando o lenço 4     colocando o lenço 5

Coloque as duas pontas para trás e amarre, esconda as pontinhas do nó no próprio lenço.

Ver o post original 24 mais palavras

Resenha: Base Studio Fix Fluid – MAC

Foto 19-02-15 12 55 31

Oi meninas!

Tudo bem?

Hoje vim fazer resenha de uma base que comprei recentemente (no início de janeiro) e vim testando até então: a famosinha Studio Fix Fluid da MAC.

studio fix fluid

Gente, apaixonei por essa base (tipo mesmo). Comprei ela com um objetivo: usar somente em ocasiões especiais.

Não, não é uma base pro dia a dia, longe disso. Queria uma base que ficasse com acabamento bom não só pessoalmente, mas em fotos também, que tivesse boa duração, não transferisse, etc.

Ela cumpre todos os requisitos que eu procurava. Possui uma cobertura de média a alta (dependendo do modo de aplicação) MAS precisa tomar muito cuidado, porque um pump (que é vendido separadamente, aqui no brasil custa R$33,00) já é o suficiente para cobrir o rosto inteiro (não estou exagerando); Se quiser uma cobertura mais completa uso 1 pump e meio no máximo (SE NÃO FICA COM CARA DE REBOCO e pelo amor de deus, ninguém quer isso). Mesmo tendo cobertura média/alta ela possui um aspecto natural (se aplicada corretamente), tem acabamento mate, segura muito bem a oleosidade E não transfere. Fica super sequinha na pele e bem confortável. E claro, o mais importante DURA HORRORES (já cheguei a ficar 12 horas com essa base e ela estava lá, intacta, sem craquelar ou derreter, parecendo que tinha acabado de aplicar).

Como bônus ainda tem SPF 15, que ajuda a proteger a pele caso utilize para o dia.

Seguem as fotos de comparação: Read More